| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Magos e Druidas
Desde: 09/02/2005      Publicadas: 44      Atualização: 14/03/2005

Capa |  Bruxos e Bruxas  |  Fadas  |  Fale Conosco  |  Gnomos  |  Magos  |  Meditações  |  Reflexões


 Magos

  16/02/2005
  0 comentário(s)


A espada mágica, adaga ou tridente

Há evocações de seres negativos e similares que não gostam de ser transferidos para nosso mundo físico. Por que estes seres o mago irá usar, caso o bastão mágico não seja suficiente...

A espada mágica, adaga ou tridente
A espada mágica, adaga ou tridente Há evocações de seres negativos e similares que não gostam de ser transferidos para nosso mundo físico. Por que estes seres o mago irá usar, caso o bastão mágico não seja suficiente, a espada mágica, suponde que ele insista em sua manifestação. A espada mágica tem muitos significados simbólicos, mas geralmente serve como um símbolo de obediência absoluta de um ser ou poder ao mago. É também um símbolo de vitória e superioridade sobre qualquer poder ou ser. A espada é analoga a luz, é um aspecto do fogo e da palavra. Já a bíblia diz:"No início era a palavra - Luz - e a palavra estava com Deus". Aquele que está familiarizado com o simbolismo irá lembrar-se de que , por exemplo, o Arcanjo Micael, matador de dragões, é simbolizado com uma espada flamejante; o dragão, neste caso, é um símbolo do hostil, do princípio negativo. Adão e eva, também, foram expulsos do paraíso por um anjo com uma espada flamejante. O significado simbólico é também neste caso muito claro e inequívoco. A espada mágica comumente se adequa como um implemento naqueles casos aonde o mago deseja exercer uma certa influência compulsória ou forçosa em um poder ou ser, comumente contra sua (nt: do ser) vontade. É um implemento indispensável para magos que lidam exclusivamente com demonologia que entretanto nunca obteria resultados positivos ao menos que eles estivessem utilizando uma espada mágica. O verdadeiro Mago irá geralmente obter resultados satisfatórios com seu bastão mágico, mas apesar disto ele não falhará se manufaturar para si próprio um implemento tal como uma espada mágica, de modo a tela a mão em caso de emergências. Tal espada mágica significa mais segurança ao mago e irá fortalecer sua autoridade. Mas quando trabalhando, ele irá usar somente a espada para operações, especialmente evocações, se um ser estiver se opondo a ele fortemente ou recusar a obedece-lo. Alguns grimórios chamam um instrumento como a espada de adaga, ainda que a espada mágica seja nada mais que uma espada diminuta com o mesmo tipo de simbolismo. Uma adaga mágica é manufaturada do mesmo modo que uma espada mágica. Quando evocando demônios ou espíritos inferiores, a espada ou adaga pode ser substituída por um tridente que tem que ser montado em uma longo pedaço de madeira assemelhado a uma lança, assemelhando a um garfo de madeira. O tridente, assim como a espada ou adaga, tem um significado de coerção. Grimórios, acima disto, recomendam ornamentar o tridente com gravações dos nomes divinos. Isto depende do gosto individual do mago e depende do propósito da evocação e da atitude do mago. O tridente é também um símbolo aumentado da espada mágica: as três pontas simbolizam nosso mundo tri-dimensional, e o mago pode forçar os seres a cumprir seu desejo não somente no mundo mental ou astral, mas também no mundo físico, ou se o mago quiser, em todos os três planos. Concernente a isto, o fato dos demônios usualmente aparecerem com um tridente e serem desenhados com um tridente, deve ser mencionado. Isto não significa que eles usam o tridente nas almas no inferno, como é as vezes erroneamente assumido por pessoas tolas, mas que sua influência é efetiva nos três mundos: físico, mental e astral. As pontas das espadas mágicas, adagas ou tridentes também podem ser empregadas para quebrar ou matar seres não evocados ou não desejados como fantasmas, larvas, elementais, elementares e assemelhados, que podem tentar obstruir o mago em seu trabalho. E ainda outro modo de usar estes implementos deve ser mencionado aqui desde que dificilmente é conhecido por alguém: uma espada mágica ou adaga, não tanto um tridente, podem fazer um bom serviço como um condutor mágico de raios. Após ter terminado suas evocações, especialmente após de evocações de seres negativos de posição hierárquica elevada, demônios principais e assemelhados, o mago que pretende dormir mas não tem a certeza se estes espíritos o deixarão dormir sem ser molestado pode construir sua cama com um condutor mágico de raios(nt: para-raios). Tal condutor de raios pode ser manufaturado enrolando um fio de cobre ou ferro ao redor das pernas da cama, ambas pontas as quais devem ser conectadas com a espada ou adaga. Então a espada ou adaga deve ser cravada no chão. Os fios formam um círculo fechado ao redor da cama mesmo se tiverem uma forma quadrada. A funçao da espada ou adaga é conduzir a influência dirigida ao mago para dentro da terra. Claro, o fio deve ser desenhado com este desejo na mente do mago, de que irá formar um círculo e que nenhum ser ou influência desfavorável será apta a entrar na cama e que cada influência, não importando de qual ser possa vir, será conduzida para dentro da terra. Em tal cama magicamente abrigada provida com um condutor de raios mágico o mago dormirá sem ser perturbado, e ele poderá descansar segurdo que nenhuma influência, não importando de qual esfera possa vir, terá alguma vez efeito sobre ele, ou será capaz de surpreende-lo e derrota-lo. Se o mago não tiver uma espada ou adaga à mão no momento, ou se ele tem para usa-las para outros propósitos, uma nova faca a qual neste caso nunca deverá ser usada para outros propósitos irá cumprir a mesma função. Este condutor mágico de raios irá também proteger o mago contra influências de magia negra, especialmente durante as horas de sono. Um mago bem treinado, totalmente bem desenvolvido será apto a consegui-lo sem este implemento, pois ele pode desenhar um círculo mágico ao redor de sua cama pela força de imaginação, mentalmente ou astralmente, usando seu bastão , espada ou adaga. Isto também lhe dará completa proteção contra qualquer influência não desejada. O modo em qual a espada mágica é manufaturada depende da individualidade do magista. Alguns instruem o mago a usar uma espada que tenha sido anteriormente usada para cortar fora a cabeça de um homem. Isto é obviamente sugerido para elevar, no coração do mago, uma certa sensação de terror, ou uma certa tensão assim que ele empunha a espada. Geralmente aqueles magos que fazem uso de tal espada são aqueles que não precisam de tais superficialidades para entrar no estado mental correto. Do ponto de vista hermético tal ou tais pré-condições não são necessárias, supondo que todas outras faculdades necessariamente existam. Uma espada feita da melhor espécie de aço (aço refinado) servirá completamente a seu propósito. Se o mago não puder produzir tal espada por sí só ele pode te-la feita por um ferreiro ou outro expert em metais. O comprimento da espada pode variar entre dois ou três pés(nt:60 a 90 cm) dependendo da altura do mago. O cabo da espada pode ser feito de cobre (copper), já que o cobre é um condutor muito bom de fluidos. A forma da espada não tem um papel essencial. Precisa somente ser afiada em um lado, mas claro, pode ser também afiada em ambos. Sua ponta, entretanto, deve ser bem afiada. Depende do gosto individual do mago, se ele quer o cabo ornamentado ou com símbolos adequados. Há muito sobre a manufatura de uma espada mágica. A carga de uma espada é feita transferindo sobre ela, com o auxílio da imaginação, as qualidades pertencentes a ela, assim como o poder sobre todos os seres, a vitória absoluta e e respeito devido a esta como um símbolo de combate, vida, etc. Estas qualidades tem que ser dinamicamente intensificadas na espada através da carga repetida. O mago pode também acumular o fluido da luz na espada de tal modo que pareça como um sol brilhante ou como uma espada de chamas, semelhante àquela que o Arcanjo Micael segura em sua mão em desenhos simbólicos. O ponto principal é a atitude do mago em relação à espada mágica acompanhada por uma crença inquebrantavel de sua vitória absoluta em todos os planos, a qual irá dar à espada a força necessária de modo que cada pode, cada ser irá temer e respeita-la sob todas circunstâncias. Após cada uso a espada tem que ser guardada em um pedaço de seda branca ou negra e colocada de lado em local seguro com os outros implementos mágicos. O mago pode, através da prática da viagem mental, transferir a forma espiritual da espada para dentro do plano mental e visitar as esferas planetárias levando sua espada mágica assim como seu bastão mágico com ele. Lá, de acordo com seu desejo, ele pode fazer uso de seu poder mágico com o auxílio de seus implementos mágicos. O fato de que todo ser terá que obedece-lo nestas esferas está claramente evidente pelo que foi dito antes. O mago é apto, durante suas operações mágicas e evocações, a transferir sua espada mental com sua mão mental à esfera relevante pela força da imaginação, e lá ele pode fazer o ser executar seus desejos. Tal força, entretanto, somente pode ser exercida sem perigo por um mago que tem um coração limpo e uma alma nobre. Se um feiticeiro tentar fazer isto ele somente faria o Ser odia-lo e iria em breve tornar-se uma vítima dele e de sua influência. A história da ciência oculta tem dado muitos exemplos do destino trágico e inclusive mais trágico fim de tais feiticeiros. Excederia a extensão deste livro falar sobre certos eventos em detalhe.
  Autor:   Mago Dhar


  Mais notícias da seção Encantamentos no caderno Magos
22/02/2005 - Encantamentos - "Feitiço para obter ajuda de uma Dríade"
Dríade é o espírito que reside em cada......
16/02/2005 - Encantamentos - "Retorno dos Espíritos"
"Vá,Gênio benfazejo,retorna em paz para......
16/02/2005 - Encantamentos - "Conjuração do livro dos Espíritos"
"Eu te conjuro,ó livro......



Capa |  Bruxos e Bruxas  |  Fadas  |  Fale Conosco  |  Gnomos  |  Magos  |  Meditações  |  Reflexões
Busca em

  
44 Notícias